terça-feira, 26 de abril de 2016

2º CANTO DO SABER EM MATELÂNDIA

      A Secretaria Municipal de Educação e Cultura através do Departamento de Cultura em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e ADENAM - Associação da Juventude Defensora da Natureza de Matelândia, estarão realizando o 2º CANTO DO SABER - Festival Estudantil de Música.   O Festival é destinado a alunos da rede de ensino fundamental e médio, pré-escola ao 3º ano do ensino médio da rede municipal e estadual de ensino, tanto pública como particular.
Os detalhes estão sendo discutidos e em breve teremos o lançamento deste grandioso evento.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EM NOVA SEDE EM MATELÂNDIA

 Foi inaugurada nesta quarta-feira (06) a nova sede administrativa da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Matelândia. O prédio reformado fica na Praça Sétimo Barcarolo, antiga Pizzaria Zanata, e deu espaço para que ali seja instalado o coração da educação de Matelândia. No local, terá funcionamento o gabinete da secretária, coordenação da merenda escolar com nutricionista, supervisão de ensino fundamental, supervisão da educação Infantil, Documentação escolar dentre outros.
Um investimento de aproximadamente R$ 123.000,00 (cento e vinte e três mil reais) provenientes de recursos próprios, que traz além de mais condições de trabalho para a pasta, também uma nova cara à praça que hoje é um dos locais mais privilegiados no centro do município.
Participaram da solenidade o Prefeito Municipal Rineu Menoncin acompanhado pela Primeira Dama e Secretária de Desenvolvimento social e Habitação Maria Lucia Weber Menoncin, Vice-prefeito Professor Enio Alves de Oliveira, Secretária de Educação e Cultura Neiva Romani Bosio, Presidente da Câmara Municipal Edson Alves, Presidente do Conselho Municipal de Saúde Luiz Carlos de Marchi, Vereadores, Secretários Municipais, entidades, lideranças políticas e religiosas, professores, diretores, servidores municipais e a comunidade em geral. 
Uma grande conquista para a educação e conseqüentemente para o futuro de toda a população.

Assessoria/Cerimonial: Susi Ana Nardi
Fotos: Cesar Berger
                                                     Era assim









sexta-feira, 1 de abril de 2016

MOTORISTA PERDE CAIXÃO NA VIAJEM

Um caixão de defunto foi literalmente perdido numa estrada, no município de Mato Verde, no Norte de Minas, na madrugada desta segunda-feira. O carro de uma funerária - uma caminhonete Frontier cabine dupla com carroceria alongada - seguia de Montes Claros para Espinosa (extremo Norte de Minas Gerais, na divisa com a Bahia), levando o corpo da aposentada A. M. S, de 78 anos, quando passou por um quebra-molas, no km 72 da MG 122, próximo a uma borracharia, por volta das 3h. Devido ao impacto, a tampa traseira da caminhonete se soltou e o caixão caiu na pista.

No veículo, além do condutor, viajavam uma filha da aposentada e um amigo dela. Mas nenhum dos ocupantes percebeu quando o caixão caiu na estrada. O motorista do carro funerário rodou mais de 56 quilômetros até Espinosa. Somente quando desceu na cidade foi que descobriu que a tampa traseira do veículo se rompeu e o o caixão tinha "desaparecido" no meio do caminho. Ele resolveu voltar pela mesma estrada, à procura do caixão. Mas populares já tinham encontrado o corpo e feito a comunicação à Polícia Militar, que lavrou a ocorrência e avisou a funerária responsável pelo traslado, sediada em Espinosa.

Na tarde desta segunda-feira, o corpo da aposentada foi sepultado no cemitério municipal de Espinosa. Ela morreu no fim da tarde de domingo, em hospital de Montes Claros, onde estava internada.

Nervoso, um parente da aposentada chegou a ligar para a funerária de Espinosa, reclamando de descuido por parte do motorista que fazia o traslado do corpo. Mas o proprietário da funerária, Daniel Araújo Nicoletti, disse que o fato ocorreu devido à má conservação da BR 122. Segundo ele, com tantos buracos na pista, a tampa traseira da caminhonete acabou se soltando e o caixão caiu quando o veículo passou no quebra-molas, em Mato Verde. "A culpa foi dos buracos na estrada", afirmou Daniel. "Além disso, o motorista não estava sozinho. Com ele viajavam outras pessoas que não perceberam quando o caixão caiu no escuro", acrescentou.

Ele informou ainda que o caixão da aposentada era de fibra - "feito especialmente para traslado" - e que o corpo foi integralmente preservado.

“Vou ser um gerente, vou dar dinamismo ao governo",

Governador Beto Richa e o Chefe da Casa Civil Valdir Rossoni 

O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni afirmou nesta sexta-feira (01/04) que recebeu do governador Beto Richa a tarefa de coordenar todas as ações do governo. “Vou ser um gerente, vou dar dinamismo ao governo", afirmou ele em entrevista para veículos de imprensa de Cascavel, na região Oeste, onde cumpriu agenda administrativa. “O governador foi incisivo comigo. Quer o cumprimento de todos os compromissos que ele assumiu”, disse.
Rossoni disse que Richa determinou que a Casa Civil acompanhe prioritariamente as 100 principais obras do Estado. “Tenho um grupo já formado que vai me entregar relatório semanalmente. Se a obra parou, por que parou?”, afirmou, ressaltando que sabe que no setor público as coisas não acontecem com a mesma rapidez que na iniciativa privada, em razão da grande burocracia, mas acredita que é possível avançar nesta questão. “Vou dar minha contribuição como empresário, usar minha experiência como homem público para que as coisas andem mais rápido”, completou.
DIÁLOGO - Há menos de duas semanas no cargo, Rossoni afirmou que está trabalhando em expediente estendido para conhecer os projetos e programas que estão sendo desenvolvidos no Estado e precisam ser acelerados. Ele também tem feito reuniões com vários setores da sociedade para debater questões setoriais e demandas dos servidores públicos. “Já recebi a APP-Sindicato duas vezes para reuniões que acabaram depois das 22 horas e marquei um novo encontro para semana que vem. Não podemos cometer erros por falta de diálogo”, avaliou.

REFIS EM MATELÂNDIA