Visite está empresa em Cascavel

Visite está empresa em Cascavel

terça-feira, 2 de julho de 2013

Amop reúne diretoria e discute chuvas, pedágio e arrecadação

Prefeitos que integram a diretoria da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná) participaram nesta sexta-feira (28/6) de reunião para discutir ações que serão desencadeadas nos próximos dias pela entidade e que dizem respeito ao processo de desenvolvimento regional. A reunião foi comandada pelo prefeito de Tupãssi e presidente da Amop, José Carlos Cal Mariussi, e contou com as presenças do prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Micheletto (que é primeiro vice-presidente da Amop), de Céu Azul, Jaime Basso, de Matelândia, Rineu Teixeirinha Menoncin e de Capitão Leônidas Marques, Ivar Barea.  Segundo Cal, várias ações estão em andamento, como a assembleia que vai acontecer dia 5 de julho, ocasião em que será realizado o lançamento de quatro eventos: Prêmio Amop de Jornalismo, Festival Regional dos Municípios do Oeste do Paraná, Seminário de Formação Continuada a Professores e Campeonato de Futebol da Amop. Além disso, foi viabilizada uma audiência com a ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e os prefeitos da região, para discutir a calamidade pública enfrentada por municípios atingidos pelas chuvas dos últimos dias. Além disso, representantes da concessionária Rodovia das Cataratas serão convidados para uma reunião que discutirá a possibilidade de liberação de ambulâncias pela Via Fácil.
Na pauta também a realização de curso voltado ao setor tributário: a Amop contratou uma equipe multidisciplinar técnica especializada em ampliar a arrecadação dos municípios. Será realizado ainda um curso em parceria com o Sebrae com objetivo de as agroindústrias se adaptarem melhor às leis do mercado, podendo, inclusive, exportar seus produtos e comerciá-los, através de licença específica, no estado do Paraná e em outros estados. Trata-se do Sisbi (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal), uma certificação que abrange todos os produtos do campo e garante a sanidade necessária exigida por lei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário