quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Matelândia participou do II Congresso de Saúde Pública em Curitiba






Estiveram presentes o Prefeito Municipal Rineu Menoncin e o Representante e Coordenador do Setor de Endemias do Município, Alexandro Vieira.

Foram quatro projetos que fizeram com que o município participasse do Congresso: Projeto Meu Lote Livre Da Dengue, Projeto Contratação de Auxílio, Projeto Áudio dos Agentes e Projeto Reutilização de Objetos.
O resultado dessas quatro ações foi que no município tivemos apenas três casos de dengue, sendo dois deles importados de outra cidade e um caso gerado em nosso município, mas vale lembrar que esse caso foi isolado, e o grupo de endemias de Matelândia não permitiu que o vírus se reproduzisse nas pessoas do município.
 É uma interação de vários municípios, cada um expondo  suas idéias em várias áreas relacionadas a saúde,  onde acabamos por somar ações e faz com que a  gente se torne  conhecedores  do que os demais municípios desenvolvem também nesta mesma área. Mas o mais que nos enobrece é que nosso município foi destaque na questão de prevenção da Dengue, nós fomos convidados pelos nossos representantes da 9º regional de saúde na pessoa do seu Diretor o Ademir, e acabamos  por estar participando desse 2º Congresso Paranaense de Saúde Pública, algo que é de grande importância ter esse destaque.
Méritos quero deixar para a pessoa do nosso Coordenador de Endemias  o Alexandro Vieira que foi muito feliz em suas explanações , nas apresentações de seus projetos, onde que se firma Matelândia nas questões de prevenção da Dengue referencia em toda a nossa região , estado  e porque não do nosso País. Parabéns também a Joseane Biazus, Juciela e estou muito orgulhoso desta equipe. “Diz prefeito Texeirinha”.

Projeto Meu Lote Livre Da Dengue: Esse projeto foi uma preparação para o período crítico do combate a dengue que começa no fim do ano, então em novembro do ano passado através de uma série de palestras para a rede municipal de ensino, o projeto foi finalizado com um concurso onde cada aluno que se inscrevesse deveria limpar o seu lote. Após as inscrições e todos fazerem a limpeza, houve um sorteio e os sorteados tiveram uma inspeção no lote para constatar se estava realmente limpo, e assim, o aluno ganhou um kit com material escolar didático. “Eu percebi que houve uma grande vontade dos alunos em participar na próxima edição, então esse ano, muito provavelmente realizaremos novamente o Projeto Meu Lote Livre Da Dengue”, disse Alexandre.
Projeto Contratação de Auxílio: É uma sequência do Projeto Meu Lote Livre da Dengue, mas com uma abordagem diferenciada, por traz de tudo estava o mutirão de limpeza simplificada. “Contratamos uma empresa que forneceu uma pessoa para acompanhar um agente de endemias durante 40 dias úteis e auxiliar na remoção de criadouros”, comentou Alexandre que completa que o resultado do projeto foi muito positivo.
Projeto Áudio dos Agentes: Essa atividade teve o objetivo de aproximar os agentes de endemias do cidadão, gravando um áudio com os agentes falando sobre o combate à dengue. “Quando o agente de endemias chegar em uma casa e se identificar, a pessoa lembra que já ouviu na rádio, e sabe quem é, isso aproxima o agente de endemias da população”, afirma Alexandre.
Projeto Reutilização de objetos:  O que realmente elimina o mosquito é eliminar o criadouro por isso esse projeto mostra que é possível você transformar algo que teria um grande potencial de se tornar um criadouro em um objeto de decoração e arte, como a decoração de garrafas e pneus. “A reutilização de objetos é muito importante para mostrar tudo o que você pode fazer para decorar o ambiente e ainda prevenir a dengue”, disse Alexandre. Que afirma que esse projeto fechou com chave de ouro a participação no congresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

REFIS EM MATELÂNDIA