terça-feira, 14 de outubro de 2014

Paulo Litro: “Me preparei desde pequeno para isso”

 / Paulo Litro, deputado estadual eleito pelo PSDB Paulo Litro, deputado estadual eleito pelo PSDB

Eleito deputado estadual com 22 anos, o advogado recém formado Paulo Henrique Coletti Fernandes – que adotou o nome político dos pais e é conhecido como Paulo Litro – vai dar início ao quinto mandato da família na Assembleia Legislativa. Antes dele, o pai, Luiz Fernandes Litro, foi vereador em Dois Vizinhos e deputado estadual três vezes; e a mãe, Rose Litro, ocupou a cadeira no legislativo estadual por um mandato. Ele diz que desde criança se prepara para a função. “Desde pequeno convivi com a política em casa e ouvia o pessoal dizer que eu tinha o perfil para a função. Minha formação foi neste sentido e vai me ajudar a legislar”, afirma Paulo, formado em Direito pela Universidade Positivo, ex-funcionário da Casa Civil e da Secretaria de Assuntos Estratégicos do governo do estado. De acordo com o novato, a experiência familiar vai ajudá-lo. “A convivência que tive no meio político me credenciou a gostar desta função”, aponta.
Candidato pela primeira vez, Litro admite que a escolha pela política vai fazer com que o cotidiano dele seja diferente dos outros jovens com a mesma idade. “Cada escolha é uma renúncia. Escolhi o caminho da política, embora isso faça com que seja preciso abrir mãe da juventude”, comenta o deputado, que no tempo livre diz gostar de sair com os amigos e assistir futebol.
Ele morava na capital, mas agora vai dividir a rotina entre Curitiba e Dois Vizinhos, no Sudoeste, sua base eleitoral. Litro é tão jovem quanto outros seis deputados, que tem entre 20 e 30 anos. Ele afirma que a idade não é um impeditivo e que já tem alguma proximidade com alguns dos colegas mais novos, como Tiago Amaral (PSB) e Felipe Francischini (SDD). “Temos um bom relacionamento. Podemos até efetivar uma ‘bancada da juventude’ na Assembleia”, brinca.
Questionado sobre projetos que já planeja, Paulo Litro tem a resposta na ponta da língua: “Já estamos discutindo um projeto que eu intitulei como Meu Primeiro Emprego Paranaense. A empresa que receber incentivo fiscal, vai precisar contratar jovens de 16 a 24 anos”, resume.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

REFIS EM MATELÂNDIA