Visite está empresa em Cascavel

Visite está empresa em Cascavel

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Cidade de São Pedro do Iguaçu está sem prefeito e sem secretários

Prefeito viajou e só deve retornar no dia 21. O vice é considerado foragido da Justiça...
    
Os cerca de 6,4 mil moradores do município de São Pedro do Iguaçu (PR) localizado a 70 quilômetros de Cascavel, estão sem prefeito administrando a cidade. O chefe do executivo, Natal Nunes Maciel (PMDB) – que foi reeleito - está em viagem desde a última segunda-feira (07) e deve retornar apenas no dia 21. Já o vice, Valdir Ribeiro, está sendo procurado pela polícia, acusado de participação em um homicídio.
Quem está respondendo pela Prefeitura, mas não de forma legal, é Amauri Antônio Vaz, que era secretário de Administração da gestão passada. O prefeito viajou antes mesmo de escolher a equipe de governo. Nenhum secretário foi nomeado. “Não tem nenhum secretário definido. Quando ele retornar será montada a equipe. Até o ano passado eram oito pastas. O que nós sabemos é que ele está em Curitiba, participando de algumas reuniões. Aqui os trabalhos essências, como a agricultura, saúde e obras, estão funcionando normalmente”, disse Vaz. Conforme Vaz, assim que retornar de viagem, o prefeito deverá ir a Brasília nos dias 28,29 e 30, onde participará de reuniões com deputados.

Câmara não “vê problemas” A Câmara de Vereadores não foi comunicada oficialmente sobre a viagem do prefeito. Segundo o presidente da Casa, Fernando Luiz Frisso (PSC), que é da situação, a Lei Orgânica permite que o chefe do executivo fique fora até 15 dias, sem comunicação prévia. “Se ele ficar mais do que 15 dias fora a gente toma as medidas cabíveis. Estamos agindo conforme o art. 54 da nossa Lei Orgânica”.
O presidente da Câmara justificou que o prefeito está administrando ‘de longe’. “Mesmo de longe é o prefeito que administra. Agora, como estamos sem vice-prefeito, eu entendo que a ausência do prefeito pode até atrapalhar alguns serviços, mas nós não podemos fazer nada, pois a viagem dele é permitida pela lei”, destaca. O vice Valdir Ribeiro não compareceu nem mesmo no dia da posse. Ele foi empossado por meio de procuração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário