Visite está empresa em Cascavel

Visite está empresa em Cascavel

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Municípios se unem para reativar laticínio


Prefeitos Eldon e Renato discutem a reativação da unidade
Sete prefeituras que compõem o Consórcio Cidersop, integrado pelos municípios de Diamante do Oeste, Vera Cruz do Oeste, São Pedro do Iguaçu, São José das Palmeiras, Ramilândia, Ouro Verde do Oeste e Matelândia estão dispostas a reativar uma estrutura que há três anos está fechada: um laticínio público localizado no interior de Diamante do Oeste, na Rodovia Coluna Prestes (PR-488), saída para Vera Cruz do Oeste. A estrutura está abandonada e precisa de reformas urgentes para voltar a funcionar. No entanto, o investimento se faz necessário e é urgente, segundo o prefeito de Diamante, Renato Pereira, já que mais de 300 produtores rurais das redondezas estão enfrentando dificuldades para escoar a produção leiteira. Segundo ele, a iniciativa de tentar a reabertura será uma vitória principalmente para produtores de vocação familiar e que têm no leite a principal fonte de renda de suas propriedades. "Seria de grande importância que essa estrutura voltasse a funcionar por meio de uma associação ou algo semelhante. A união faz a força e com ela conseguiremos recursos para os municípios", relata Renato.  O consórcio está mais fortalecido desde que o MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário) reconheceu, de forma oficial, o Território Oeste, que envolve os municípios com menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da região.  O prefeito de Vera Cruz do Oeste, Eldon Anschau, informa que o consórcio formado em 2009 revela algumas particularidades e, aos poucos, elas vão se apresentando. "Cada cidade possui uma vocação. Diamante tem o leite como força principal. Vera Cruz tem a criação de galinha caipira: logo a cidade contará com um frigorífico específico para este fim, e as demais cidades de igual forma possuem suas identidades econômicas próprias, algumas ainda carentes de ser identificadas", considera.  Segundo Eldon, o consórcio quer fortalecer a bacia leiteira dos municípios. "O laticínio possui todas as licenças ambientais exigidas e toda a estutura necessária para funcionar. O objetivo é que, ao voltar a operar, atenda a demanda da merenda escolar dos municípios e aumente o lucro do pequeno produtor", destaca.  Segundo ele, o leite garante margem de lucro satisfatória e gera uma garantia de pagamento regular ao produtor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário