terça-feira, 3 de março de 2015

Apesar de decisão judicial, greve dos professores continua no Paraná

Apesar de decisão judicial, greve dos professores continua no Paraná
Uma liminar do Tribunal de Justiça do Estado, concedida neste fim de semana, determina que 30% dos professores do terceiro ano do Ensino Médio devam retomar as atividades nesta segunda, dia 02.
Em caso de descumprimento, a multa será de R$ 10 mil reais por dia aplicada ao sindicato que representa a categoria no Paraná.

A justificativa apresentada no despacho do juiz, Victor Martin, é de que existe risco evidente e irreparável do conteúdo para os fins do concurso vestibular, as provas do Enem e recomposição do calendário escolar. A determinação estabelece que 30% dos servidores administrativos voltem ao trabalho. A dirigente do sindicato dos professores, Marlei Fernandes, diz que mesmo com a decisão judicial a greve vai continuar nesta segunda-feira.  A dirigente do sindicato dos professores afirma que os alunos não terão prejuízos relacionados aos conteúdos do ano letivo porque haverá reposição de aulas. Na quarta-feira a categoria tem uma assembléia marcada em Curitiba para analisar e definir se vai colocar fim à paralisação, mas por enquanto a professora afirma que não é possível retomar as aulas.   O Governo Estadual protocolou, na última sexta, dia 27, um pedido de liminar para que seja considerada ilegal a greve dos professores. Quase um milhão de alunos da rede estadual estão sem aulas desde o dia 9 de fevereiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CANTORES SERGIO E HÉLIO

Cantores Os Porta Vozes de Cristo Sérgio e Hélio já com seu 3° CD atuando em toda a região, eles são da Igreja AD Missão de Medianeira. Co...